Problema bicudo: como transportar a bike de Évora a Setúbal?

Lá para Maio, uma das voltas com que sonho desde os 15 anos será finalmente feita. Setúbal-Évora. Cerca de 100km de pura dor e calor infernal. Mal consigo contar os minutos até lá.

Templo de Diana

O plano, tal como o da volta a Peniche, é de ir num dia, partir o corpo todo e voltar no dia seguinte de transportes. Infelizmente, enquanto que de Peniche deu para ir até às Caldas da Rainha apanhar o comboio, em Évora essa hipótese já foi riscada e re-riscada, porque de lá para Setúbal só existe intercidades, que não aceitam bicicletas. E aí está o problema, como voltar de lá? Existem 4 hipóteses:

  1. Regressar de bicicleta
  2. Alugar uma carrinha
  3. Pedalar até uma estação com ligação por regional ou urbano a Setúbal
  4. Desmontar a bicicleta e vir no intercidades
Transporte de bicleta

A opção 1 é a menos desejada, pela falta de tempo. A 2 é incrivelmente difícil e fantasticamente cara. A 3 não dá, pois a estação mais próxima de Setúbal com ligação por urbano ou regional é Setúbal. A 4 é má, ponto final. Cá comigo, quando desmonto a Susana e volto a montar, há sempre algum ruído novo, um problema criado pelo desmontar.

Estarei a ver bem o problema? Tens alguma ideia sobre como regressar sem ser com a nuvem do Son Goku? Se sim, comenta por favor.

Originalmente publicada em 04/2014

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s