Como pedalar em ruas movimentadas

Andar de bicicleta na cidade pode ser ao mesmo tempo fantástico e assustador. Basta virar para uma rua com trânsito e tudo parece virar-se contra a bicicleta, que tem de se esquivar de carros e peões. Não tem de ser uma viagem ao manicómio, basta manteres-te alerta e lembrares-te destas regras de segurança.

Coloca luzes frontal e traseira:

À noite, a bicicleta é invisível e ser invisível no trânsito é kamikaze. Duh! Por isso, mais vale andares sempre com as luzes colocadas e assim, quando anoitecer, basta ligar. Eu prefiro usar duas luzes frontais (uma intermitente e outra de alta intensidade) e uma traseira intermitente. Há quem defenda que uma luz no capacete é ainda melhor, pois é manobrável e assim podes ver para onde olhas. Ainda não uso uma, mas talvez no futuro me deixe encantar por este modo de iluminação.

O acidente da porta

Acontece a todos os ciclistas: intimidados pelos carros, são empurrados para a sarjeta onde ficam sujeitos a esbarrarem numa porta de um idiota qualquer que não vê se alguém vem atrás. Existe uma lista sinistra de ciclistas que, infelizmente, morreram por causa deste tipo de acidente. Como evitar? Pedala fora da zona das portas, ou seja, a cerca de 1,5 metros dos carros estacionados. Prefiro ser um incómodo para o carro atrás de mim, que um corpo frio no asfalto.

Originalmente publicada em 01/2014

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s