Biombo

Há dias em que vemos a amada como uma estranha. O seu sorriso caiu e deixou uma imitação reles, que só momentaneamente se assemelha àquele que amamos. A sua voz não lhe pertence, ou se calhar é aquela a sua voz e são os nossos ouvidos que não nos pertencem. Sorri, tenta ser familiar e tentamos acompanhar, constrangidos e envergonhados por não a conhecermos. Sabemos ter ocupado um lugar que não é nosso; conversámos o que desprezamos, admirámos o que nos degrada. A nossos pés, enrodilhado e poeirento, jaz o biombo em que nos escondemos tanto tempo. Um assalto de medo, de receio puro, percorre-nos o corpo ao vermos as horribilidades que se escondiam agachadas atrás do biombo. Lembramo-nos do que pensávamos já ter esquecido. Não está esquecido. Ao invés está a ganhar força, a ganhar ressentimentos, desprezos, humilhaçãozinha a humilhaçãozinha. Que é da pessoa que éramos? Que julgávamos ser? As ruas são inundadas de pessoas a quem, vemos agora, o sorriso pesa tanto como a nós. Temos um relance do que se esconde nas pessoas que nos acompanham na Vida. Desesperadamente puxamos o biombo, agarramo-nos ao seu tecido rasgado e cobrimo-nos em vergonha. Desejamos o ontem, a noite, o regresso a quem construímos com tanta dedicação. A cama em que nos deitamos está igual. O quarto não mudou. A televisão continua ligada. Luzes chamam a nossa atenção, gritos chamam por nós, pensamentos bombardeiam-nos com questões sobre o amanhã. Esperamos calmamente ser levados de volta aos monstros que habitam o nosso sono e conseguir aprisioná-los novamente nos confins do cérebro. A noite embala-nos, a roupa fica no corpo. O biombo volta a ser cuidadosamente colocado à nossa volta.

Originalmente publicada na fendamel em 09/12/2010

Escrito por Guilherme Dias (pseudónimo)

Lido por Ana Clemente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s